.................d


25/11/2007

Mesmo na tua ausência, sinto-te comigo...

O teu beijo, a tua carícia, o teu afago!

Sou inundada por um calor imenso que me faz desejar-te de novo!

Ternamente percorres o meu corpo

Como uma borboleta beija uma flor...

Sorrio com tanta doçura!

Não estás, é certo, mas o teu carinho está presente...

Como uma borboleta que se quer mostrar

Bailando e ofuscando com a sua beleza...

Mesmo na tua ausência, sinto-te comigo....



(Som do Silêncio)

8 comentários:

Alquimia disse...

A ausência termina com as paixões irrelevantes mas fortalece as paixões fugazes e intensas. Espero que o teu caso seja o último.

Bom Domingo!

FM disse...

Textos lotados de alma bem "coloridos" pelas imagens...
Parabéns pelo Blog... e até breve, por estas bandas...
Sê Feliz!

Ana disse...

Bom domingo, loira :-)

Maria disse...

Estas palavras, as tuas palavras, ficaram agarradinhas à minha pele.
Ficaram cá dentro, até... nem tu sabes quanto, mas um dia digo-te...

Boa semana pra ti.
Beijinhos

(tens lá qualquer coisa pra ti...)

MIMO-TE disse...

Som,

Também gostas de borboletas? :)
Deixo-te algumas aqui.....

Mimos

Azul disse...

Olá Amiga!! :)

É assim a paixão...
Mesmo quando longe... se sente perto.

Beijinho
Azul

Lua disse...

beija - flôr...
Se eu fosse um passaro queria ser um beija-flôr...
As tuas palavras são ternas e gostei muito de te ler.
:)

Fátima disse...

"Mesmo na tua ausência, sinto-te comigo...."
Ausência essa que tras com ela, uma certeza de que o reecontro, será deito cheio de amor e muito carinho, mais que nunca...............