.................d


22/11/2007

Vagueio no fundo de mim
À procura do que tanto necessito...
Encontro-me com a solidão que me sorri
Tropeço na tristeza que anda por todo o lado
E ao fundo deparo-me com a mágoa que continua sentada no seu trono...
Sinto-me cansada...
Preciso de uma mão que me acaricie
Um olhar que me aqueça
Um sorriso que me faça sentir viva
Nada mais...
(Som do Silêncio)

13 comentários:

Fátima disse...

Olá!!
Como te entendo, a vida tem momentos em que nos fazem sentir, perdidas, sem rumo, sem destino.
Apesar de ter certos objectivos bem definidos para a minha vida, falta-me algo que é muito importante e sem a qual, o ser humano nao sabe viver........

Deixo-te um beijo e um desejo de que o futuro te possa sorrir!

MIMO-TE disse...

Belo poema Som!

Mas pedes tão pouco!:)

Deixo mimos

Fallen Angel disse...

Um sorriso para ti...

( Agora vive. Sente. )

Azul disse...

Ops....!!!

Ahhh... estava a ver que não sorrias... :)

Vês?!... É fácil não é?!

Beijo enorme, Amiga.

E um xi-coração apertado...
Azul

suruka disse...

Olá

Nao é dificil entender.

bjs

Brain disse...

Sds,

Momentos assim...
Tantos!

E é quando as nossas palavras,
Roçam por demais as paredes do silêncio,
E arrastam com elas até a nossa vontade,
As nossas forças de por vezes,
Até simplesmente subsistir...
É aí,
Nessas alturas,
Que tantas vezes nos encontramos com o nosso eu,
E temos uma conversa,
Frente a frente,
Com o ego,
Com os pensares,
Com os sentires,
E então...
Então tantas vezes ficamos a conhecer um pouco mais de nós;

Aquele bocadinho mais,
Um daqueles,
Que permanece escondido de nós,
Tantas vezes,
Nas sombras do nosso íntimo.

Não têm de ser necessariamente maus os momentos como este.
Temos é de ter a capacidade de,
Como em tudo,
Conseguirmos obter o que de melhor tem o momento.

E no caso,
O melhor,
É um conhecimento mais profundo,
De nós próprios,
Que tantas vezes nos falta,
Para compreendermos,
Determinados actos, sentimentos,
Ou simplesmente pensamentos,
Que sem mais nem para quê,
Por vezes nos assolam,
E nos prostram,
Sem razão aparente.

Compreende-te melhor hoje,
E terás um melhor teu “Eu”,
Amanhã!

Beijo,
Bom fds e...

Um sorriso meu.

Fernanda e Poemas disse...

Olá amiga ,passei para deixar-te um beijinho e um bom fim de semana.
Fernandinha

disse...

Se soube-se umas boas anedotas capazes de te fazer sorrir juro que contava. Como não sei apenas posso deixar o meu sorriso

rui disse...

Olá

Deixo-te um sorriso


Beijo

Lusófona disse...

Olá Som!! É triste, mas muito bonito!

Deixo aqui um sorriso e um beijinho

oArtista disse...

Sabes...fiquei a ler e a rever-me...

Apenas uma mão
um gesto de carinho
num olhar silencioso
que tudo diga.
O calor dum sorriso
que me aqueça
e afaste
esta negra névoa
de solidão viva.

Um beijo carinhoso deste artista que um dia já foi Mestre e deixou os tristes quadros onde tanto gritou, para viver entre telas e pincéis.

Pedro Branco disse...

Adormeço por dentro da noite semi-iluminada. Onde cada solidão se aconchega por dentro das palavras e das cores. Onde os olhos se vão fechando no interior dos corpos. Onde se ouvem ainda respirares de esperança. Desejo até. Adormeço por dentro. E deixo-me embalar pelos sons das ausências...

Alquimia disse...

Sinto que estás carente, magoada e algo fragilizada. Na vida, há momentos assim...
Deixo-te aqui a minha força e o meu apoio!

;) Bom Domingo!