.................d


07/05/2009

.
Fosse eu capaz de deixar de querer-te...o que ficaria de mim?
Um vazio, certamente!
Vazio já eu sinto com o teu silêncio, com a tua ausência que me corroí o corpo, de tanto te querer apenas...abraçar, e não o fazer...
.
Se não é então vazio, o que restaria? A saudade?
Só posso sentir saudade de algo que tive, que vivi, e isso tu não me deixas...! Se ao menos me deixasses ter saudades tuas...
.
Então se não é saudade, o que perco eu? Momentos?
Momentos quero eu viver contigo, saciar todos os minutos, devorar todos os segundos que me podes dar. Sim, tu podes dar-me esses momentos, apenas não o sabes..., ou não queres saber...
Assim, se não perco momentos...o que perco eu afinal?
Concluo que nada perco em deixar de te querer desta forma, recupero sim a minha sanidade mental, liberto-me de ilusões e filmes que criei onde sou a única protagonista deste filme, e recupero a vontade de olhar em frente.
.
Quererei chegar eu a esta conclusão, ou estarei apenas a tentar enganar-me? Afinal, se quero tanto ter-te, se te desejo tanto, algo sinto. Sim, disso não tenho dúvidas, mas como posso eu sentir algo assim se nem sou capaz de te dizer?
Questiono-me se saberás da minha existência. Questiono-me mesmo sobre a tua. Serás tu fruto da minha imaginação desta minha sede de amar?
Não...
Não podes ser apenas uma imagem que criei, pois de só de pensar-te eu sorrio.
Mas sorrio do quê...a quê?
.
Chega!!!
Chega de tantas dúvidas, tantas incertezas. Não quero!
Não...
Tu afinal não existes, criei-te, e eu quero existir.
Quero sentir-me viva. Quero amar!!!
Sim...
É sem dúvida esta a minha certeza.
Não perdi a minha sanidade...
Ganhei-a!
.
.

(Som do Silêncio)

14 comentários:

martinha disse...

Hoje vou deixar ficar um beijo muito ternurento e dizer-te que adoro o que escreves

fica bem
martinha

Moon_T disse...

pois que eu perdi a minha...








obrigado

ZeManel disse...

"Questiono-me se saberás da minha existência. Questiono-me mesmo sobre a tua. Serás tu fruto da minha imaginação desta minha sede de amar?"
Perante a seriedade e profundidade deste teu texto, deixo-te um imenso beijo...! :)

ZeManel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anjo Negro disse...

Belo texto.
Mas por vezes esquecemo-nos, que ocultamos as nossas ansiedades, desejos e sentimentos. Não devemos só esperar mas sim cultivar, para poder colher. Por vezes é mais fácil atribuir as culpas aos outros e esquecemos os erros que cometemos.
Para viver a vida não é só vive-la mas sabe-la viver.
Amar é compartilhar, dividir, dar e receber.

Um Beijo.

Anjo Negro

Por entre o luar disse...

=) vive sente*
bEIJINHOoOS*

Priscila S.Lisboa disse...

Existem "imaginações" que são mais reais do que a realidade em que estamos inseridos...

Enorme sorriso de bem-querer!!!

Sonhos e Devaneios disse...

Nossa eu poderia dizer que voce escreveu o que sinto...bem o que sinto neste momento.....sera que criei-te....sera qeu voce nao e fruto de minha imaginaçao...nao pode ser..e tao forte...tao lindo....so dependes de ti..mas ela nao vai ceder nao...nao vai
beijos joao

mar_mag disse...

Olá, boa noite.
Não sei quem é, não sabe quem sou, que importa...? Gosto de ler o que escreve, mexe comigo todo o sentimento que sinto na sua escrita.
Uma tristeza que parece não ter fim, eu lamento que assim seja. Quase todos nós que por aqui passamos temos as nossas tristezas as nossas histórias. Por falta de coragem ou apenas não sabemos conta-las assim, bonito, não o fazemos.

«Mas sorrio do quê...a quê?»

Sorri ao seu passado, algo que a fez muito feliz mas infelizmente já passou.

«Chega!!!
Quero sentir-me viva. Quero amar!!!
Sim...
É sem dúvida esta a minha certeza.
Não perdi a minha sanidade...
Ganhei-a!»

É isso mesmo, viva, apaixone-se ame de novo, dê esse presente de vida a si!!
Um beijo com carinho de alguém que a "lê" há muito.
Margarida

sonho disse...

Será apenas uma ilusão...?
Beijo de um anjo

605 Forte disse...

http://recantodasletras.uol.com.br/contosdefantasia/838206

Sabes uma coisa Som do Silêncio?!

A tua amiga Martinha ( http://martinhasentimentos.blogspot.com/) continua a apropriar-se de palavras que não são dela!

Será que ela não aprende?!

Irra!!!!

Sou venenoso
Usa-me com moderação

605 Forte disse...

Som,

A Martinha teve o bom senso de colocar o nome da dona do texto depois de ser avisada por mim num comentário que ela obviamente não aceitou para publicar no blog dela.

É preciso avisá-la que não é ela que escreve os textos?

Cá estarei para a avisar.

Sou venenoso
Usa-me com moderação

Flor de Lótus disse...

Boa tarde.
Desejando um bom final de semana,e um feliz dia das mães.
Mãe!
A mão que move ao berço é a mão que manda no mundo (W.S. Ross).

Beijos na alma.

impulsos disse...

Quando estamos tristes ou sentimos a falta de algo... ou de alguém... o nosso pensamento divaga sobre os porquês sem respostas que insistem em nos povoar o pensamento, tentando desta forma preencher esses vazios.
Gostei imenso deste teu desabafo bem agasalhado com um manto poético muito belo.

A vida é assim mesmo...

Beijo