.................d


24/04/2008

Doi tanto...

Doi quando não te encontro nos meus pensamentos, quando olho em volta e nada me dá uma referência de ti.
Sinto-me a rasgar por dentro e isso ninguém consegue curar...

Tenho vontade de voltar a ser criança, onde as únicas dores que sentia eram das quedas que dava ou quando não tinha o brinquedo que tanto desejava. Era inocente, e para mim nessa altura não exista dor mais profunda. Como eu tinha tanto a aprender...

Sangro cada vez que não sinto uma carícia tua, quando olho em frente desejando encontrar o teu olhar...e o que vejo...é nada!
Choro...mas as minhas lágrimas teimam em não cair...secaram de tanto esperar por ti...
Por onde quer que ande, para onde quer que olhe, já nada faz sentido...
Caminho por ruas repletas de pessoas e não as vejo, olho para o mar que para mim deixou de ser azul...e quando olho para as estrelas...que aperto brutal sinto, pois elas deixaram de escrever o teu nome...

Doi tanto...



(Som do Silêncio)

15 comentários:

Maria disse...

Sei do que falas, sei quanto dói...
Digo-te que o tempo atenua... atenua...

Beijo, SdoSilêncio

BrokenAngel disse...

Custa... às vezes penso se as memórias que tenho são memórias ou se sºao construções na minha mente, com base no que sei e no que me contam... será que foi mesmo tudo como está na minha cabeça, ou serão representações que criei para ocupar o espaço em branco?

Por entre o luar disse...

Combatemos contra a dor... eu sei que ela por vezes é forte e avassaladora demais.. mas há que lutar sempre.. não deixar envolver por ela demasiado..:S

beijinho e enorme sorriso*

MIMO-TE disse...

Dói, mas se dói é porque estás viva e porque algo existe em ti, isso é sempre melhor que o vazio,

Mimo-te

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida Amiga, venho desejar-te um bom fim de semana...
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Silêncios de um coração disse...

...E que dor intensa é esta.Eu sei.
...E pensar em voltar é querer passar por tudo de novo, e isto sim irá doer ainda mais.
Doi porque estás viva.
Força mulher.
Abraços.

Silêncios de um coração disse...

...E que dor intensa é esta.Eu sei.
...E pensar em voltar é querer passar por tudo de novo, e isto sim irá doer ainda mais.
Doi porque estás viva.
Força mulher.
Abraços.

Joseph disse...

Som do Silêncio
Olá

Muito bom poema.
Na realidade, procurar e não encontrar, dói.

Mas, a pergunta que deves fazer, para que não doa tanto, é se valem a pena, todos os teus sentires e procuras! Pois se não valer a pena, para quê sofrer?

O esquecimento serve para quando não se é amado.

Bom fim de semana.

Beijos ternos;)**
(Aparece. Sabes que és bem-vinda.)

MirMorena disse...

TUAS PALAVRAS ME FAZEM CHEGAR
TÃO MAIS PERTO DE MIM...DO QUE SINTO...

FELICIDADES

MIRMORENA

Angel disse...

Simpática deixo-te um beijinho muito carinhoso..para atenuar a tua dor um bocadinho...que tenhas um fim de semana muito bom..

Bússola disse...

Boa Tarde existem dores realmente que nos deixam sem Norte,espero que encontres o teu.Visitei e gostei muito de todos os teus espaços,volto de certeza.

Um bom fim de semana
Bússola

Filipa Epifânio disse...

Coincidência ou não, pus há dias no meu blog um post com esta ênfase no quanto dói...pelo que te entendo bem...

*

OUTONO disse...

"Caminho por ruas repletas de pessoas e não as vejo, olho para o mar que para mim deixou de ser azul...e quando olho para as estrelas...que aperto brutal sinto, pois elas deixaram de escrever o teu nome..."

O povo diz:

Não há mal que sempre dure, e bem que nunca acabe.

A dor é um mal...ou um bem. Depende da dor...

Coragem!

Um beijo!

Azul disse...

Querida Amiga,

Doi... pois doi. Mas sabes, não sabes?! Que... amanhã um será um outro dia e o Sol brilhará de novo e a Lua voltará a iluminar os teus sonhos.

Abraço Daqui
Azul

variasformasdearte disse...

Uma separação é uma dor de “rasgar” o Coração... temos que aprender novamente a andar... respirar... olhar...

De facto “Dói tanto...”