.................d


10/11/2006

O Palhaço sem Vida


Sejam bem vindos meninas e meninos!!!!
Senhoras e Senhores!!!!
Quem sou eu?
Eu sou o Palhaço sem Vida
Que vos faz rir...mas que chora por dentro
Que vos faz sonhar....mas por dentro os sonhos já não existem
Que tem a cara pintada....apenas para esconder as cicatrizes e mágoas
Que vos cria ilusões....onde as minhas ilusões já se perderam
Quem sou eu?
Eu sou o Palhaço sem Vida
Que amo o que faço....mas por vezes sou desprezado
Que roubo um sorriso....mas imploro que roubem o meu
Que dou vida à vossa vida...e procuro um rumo para a minha
Que vos rouba palmas....mas que não sente uma palmada nas costas...
Quem sou eu?
Eu sou o Palhaço sem Vida
Que vivo, choro, sofro
Que vos faz companhia....
Que sei sorrir...
Mas que me sinto tão só!
( Som do Silêncio)

21 comentários:

.*.Magia.*. disse...

Olá...
Sabes, adoro estes textos assim, que usam a figura do palhaço, do palco, da luz do espéctáculo...
Aprende-se muito ao olharmos os olhos de qualquer palhaço.
São sempre tristes, têm sempre um fundo escuro e turvo que contrasta com as cores que lhe pintam o rosto e com as cores garridas das suas roupas...
Bom...divago e não paro...!
Deixo-te um beijinho de boa noite!

}}cleopatra{{ disse...

Boa noite!
Ao ler este teu belo escrito sobre os sentimentos do palhaço, lembrei-me de um, que um dia escrevi num outro sítio... num outro lugar...

PALHACINHA

De
Cara pintada
Sorrio
Finjo que sou
Aquilo
Que não sou
Sorrio
Outra e outra vez
Desafio
Quem me olha
Brinco
Faço de conta
Olvido
Quem o mereçe
Grito
A quem não ouve
Sorrio
Mais uma vez

Um beijo soprado

Jofre Alves disse...

«Eu sou o palhaço sem vida», diz o magnífico poema, que muito me agradou. Voltarei mais vezes para apreciar.

José disse...

Que bela homenagem há vida sem rumo que os palhaços atravessam.

Parabéns.

Um beijo

José

Louco de Lisboa disse...

Se tem alturas que se sente o que se lê, esta foi uma delas...

Kiss, até outro instante!

kurika disse...

O Palhaço que ri por fora nem sempre ri por dentro...

Lindo texto...
Bjs

Sandra Cardoso disse...

"Eu sou o palhaço da vida"

Colecciono sorrisos. Guardo-os em caixas etiquetadas: sorrisos discretos, sorrisos abertos, sorrisos tímidos, sorrisos francos, sorrisos-gargalhada...

Quando estou só, vou à minha sorrisoteca e fico horas a escolher o que colocarei naquele dia...só aí percebo que a minha vida só tem sentido nos sorrisos dos outros...

Beijo

Vivis disse...

Lindo texto.
Tens uma escrita fabulosa, sentida e tocante.
Beijo

pensamentos_vagabundos disse...

...pois...´não consigo falar das tuas palavras,talvez por serem belas mas tristes ao mesmo tempo..
beijo vagabundo

Enfim... disse...

vamos a animar...então aiaiaiai.bjokas e bm fim semana

Anónimo disse...

E mudar-lhe as pilhas? Às vezes resulta... ;)

Um grande RAUF para ti!

Juda disse...

Gostei... um abraço...

Anónimo disse...

subscrevo o comentário da enfim....

bjos.

Bandida disse...

não somos?!...




Abraço!
___________________

Silêncios disse...

Não sei o pq, mas os palhaços sempre me passaram uma imagem de tristeza e solidão... sei lá pq!
mas o texto está lindo!

Kalinka disse...

CONVIDO PARA O MAGUSTO.

Aparece por lá, já tenho tudo na mesa, castanhas assadas, nozes, figos secos e jeropiga, despacha-te...enquanto estão quentinhas as castanhas...

Bom fim de semana.

Memórias de Um Sorriso Luso disse...

Sabes, quando era pequenita adorava o circo, mas curiosamente não me ria muito com os palhaços e até os achava misteriosos.A pintura do rosto por muito colorida éra-me um pouco assustadora.Mas gostava do nariz!

Aconselho-te o Cirque du Soleil!

Mais uma vez gostei do que escreveste.

Beijinho

Cocas disse...

Gostei...entro sem palavras...mas vou-me embora com muitas que li aqui...
Beijos

vicio disse...

está a pegar moda...

Filipe disse...

Hummm... este palhacito nao me é estranho não!:)

Pierrot disse...

Espectacular....
Sabes que o meu Pierrot tem muito deste palhaço sem vida...

Poema lindo, em tudo.
No que escreves, como escreves...

Não consigo isolar uma só frase e elege-la como minha preferida pois estão todas sublimes.

E que melhor forma de entrar no teu cantinho. Ainda bem que passaste por lá!

Bjos daqui
Eugénio