.................d


11/04/2006

Um dia daqueles....


Hoje foi um daqueles dias, que se não fosse o meu equilíbrio, tinha sido uma autêntica desgraça...
Posso dizer que me aconteceu um poucode tudo.
Agora, ao final da noite, fazendo uma pequena retrospectiva e analizando os factos, até acho uma certa graça, mas na altura....graça pois o que menos achei....

Começo o dia a acordar extremamente bem disposta, o que é logo de estranhar, pois tinha dormido poucas horas, e normal seria acordar um uma daquelas telhas fantásticas, mas....não. De sorriso estampado, lá tomei o meu duche, acordei o meu tesouro, levei o outro tesouro à rua. Até aqui tudo a correr muito bem.
Depois de tratar de alguns pequenos afazeres, a campainha:
" Vem depressa, anda, acabaram de bloquear o teu carro"
Penso: " Mas que chatice, nunca deixo aqui o carro, e logo hoje que fico em casa, acontece isto" - " Já vou, num minuto estou aí".

Maldita coisinha amarela que colocam nas rodas. Vía logo à distância. Acendo um cigarro e vou pensando na conversa que iria ter com os ditos senhores que me tinham colocado lá tal coisa...
" Olá Sr. polícia, sou a dona daquele carro. Que azar não foi? Nunca deixo aqui o carro e logo hoje.....que chatice"...
Na rifa calham-me duas personagens perfeitas. O típico polícia de boné a meio da cabeça, mostrando o poucos cabelos que ainda tem...e a sua esbelta testa suada. Camisa desabotoada, pois a barriga não cabia....sovaquinho que não foi lavado, enfim, uma beldade. " É verdade minha senhora, é uma chatice". Odiei-o nesse mesmo instante....
Pensei " calma....vai com calma"....
Do outro lado, o contraste. Alto, moreno, 1.95 de puro pecado.
Aventuro-me....
" Olá bom dia Sr. polícia. Sou a dona daquele simpático carrinho bloqueado."
Virou-se....
Quase que tive que colocar os óculos escuros, pois tal sorriso quase deixava a mais pura das mulheres numa nervoseira pegada.
Em vez de dizer " vamos lá tratar disto"...só apetecia dizer " porto-me muit mal....coloque lá essas algemas e prenda-me"....
Enfim....embora perdida em filmes que já estava a idealizar na minha "pura" cabeça...lá tive que me conter, pois o polícia nº 1, veio com aquele ar arrogante e disse-me " vamos lá a despachar que não tenho o dia todo". Odiei-o pela segunda vez, mas desta vez com mais intensidade.
Pago a multa, fula da vida, respiro fundo para não disparatar, mas mesmo assim, dentro de mim sentia uma furia brutal. Sim, eu sei que tinha o carro em cima do passeio, sim, eu sei que eles estavam a fazer o serviço deles, mas bolas, não podia ter sido o nº 2 a tratar das coisas comigo? Azar dos diabos.
Com calma, afasto-me do local.....e digo ao nº 2 " veja lá se para a próxima em vez de bloquear o meu carro....olhe, coloque aquilo em mim, assim pode ser mais divertido".
Arranco-lhe um sorriso fabuloso. Valeu por isso.....
Regresso para casa, quero abrir a porta.....e onde tinha as chaves? Em casa, claro.
" Boa, está tudo a correr-te bem"
Depois de algumas voltas, assobios e afins, lá entro em casa.
Vou tratar do almoço. Tudo bem....até que o meu tesouro me chama. Conversa aqui....conversa ali.....diz" mão te cheira um pouco a queimado?".
Comida esturricada, tacho queimado, um cheiro pavoroso, janelas a fazerem corrente de ar....enfim....um quadro lindo.
" Estou? Boa tarde....queria encomendar uma pizza, por favor"....

Recebo a pizza, pago, fecho a porta, mesa a postos, e onde está a pizza? Ahhhhh...tesouro nº 2....seu safado..... ( altura em que começo a pensar não sair mais de casa, não fazer a ponta de um corno )

Final da tarde....
Estou a ler um livro.....recuso-me a levantar-me para o que quer seja....
Trimmmm....trimmm.....
( eu faço que não ouço )
Trimmmm...trimmmmmmm...trimmmmmmmmmmmmm
( idem )
TRIMMMMMMMMMMMM
" Sim? "
" Pode abrir, senhora? Precisamos falar consigo"
Estranhei....abro.
" Olá, andamos a mostrar uma novidade. Está concerteza interessada em adquirir este belo conjunto de talheres em prata dourada, tudo oferecido, claro, um serviço de chá, também oferecido, apenas tendo que adquirir este belo conjunto de jantar de 24 peças? "
Suspirei.....
Suspirei de novo...
" Desapareçam o mais breve possível, pois não vou responder por mim"
" Mas senhora....."
" Já avisei...."
" Acredite que ficava a....."
" Xôôôôôô..."......fecho a porta.

Final da noite....
Aqui sentada em frente do pc....acabo a noite a sorrir. Não sei como, nem porquê, mas estou.
Penso que este dia, foi de certa forma diferente.
Vi que até sou uma pessoa equilibrada, tive calma, pois caso contrário, ainda estaria a discutir as peças em prata dourada, estaria de má cara para os meus tesouros.....

Há dias assim.......

(Som do Silêncio)

1 comentário:

Teresa disse...

lolol só posso dizer: Há dias de manhã que uma mulher à tarde não pode sair à noite

Beijus