.................d


18/10/2009

Olá, bom dia!
Hoje lá consegui vir ao pc da minha dona. Já estava com saudades, pois já faz bastante tempo que não vinha dar o ar da minha graça.
Pois bem, vou contar porque é que a minha dona tem andado a escrever tão pouco...Eu fui de férias com a minha dona, e adorei. Mas, nos últimos dias alguma coisa começou a correr menos bem, e a minha dona começou a ficar um pouco apreensiva comigo. Primeiro pensou que foi alguma coisa que eu comi e que depois passava. Quando regressámos a casa, embora eu estivesse aparentemente bem, a minha dona continuava a achar que alguma coisa não estava bem. E tinha razão...Durante quase um mês, ela andou comigo por clínicas veterinárias, hospitais, e ninguém lhe dizia nada que a conseguisse convencer. As análises diziam que eu tinha uma pancreatite, e andei a fazer um tratamento durante uns dias para ver se a coisa ficava melhor. A verdade é que eu continuava na mesma. Embora tivesse sempre vontade de andar a brincar, por vezes sentia-me agoniado, mal disposto, com vómitos, e disso deixava a minha dona de rastos.
Fez na sexta feira duas semanas, ela já estava como direi??? "passada" e decidiu ir ao sítio que já
me tinha levado em pequenino - Faculdade de Medicina Veterinária - e onde fui operado a um tumor que me apareceu na bochecha.
Percebi logo que ela estava muito nervosa...pois ela sempre soube que na minha raça, é normal aparecerem tumores e problemas de coração, e o pior, é que ela sabe também que a duração de vida dos boxers não é como as outras raças, ou seja, vivemos aproximadamente até aos 10/11 anos se tudo correr bem.
Bem...
Na consulta, um médico virou-me ao contrário, mas adorou-me, e só dizia aos estagiários que assistiam "vejam bem, isto é que o chamamos um paciente excelente, mesmo 5 estrelas". Deixei que ele me fizesse tudo, e até lhe dei beijinhos. Eu sabia que era importante ele fazer-me todos os exames, pois conhecendo a minha dona como conheço, sabia que ela não ía sair de lá sem lhe dizerem alguma coisa.
No final, ele disse que eu poderia alguns problemas, e que só poderia confirmar depois de fazer rx, ecografia e análises. A minha dona perguntou "mas que problemas ele pode ter Dr?", e quando ele disse o que suspeitava, vi que a minha dona ficou logo com lágrimas nos olhos, mas eu dei-lhe um beijinho grande para ela perceber que eu estava disposto a fazer tudo para se saber o que se passava. Lá marcámos a ecografia para uma semana depois, e fiz na altura vários rx e análises. Ela perguntou "mas porquê tantos rx?", ao que lhe responderam "se ele tiver um tumor, e se já estiver nos pulmões, nem vale a pena abrir, por isso vamos já confirmar". Ela ficou num silêncio brutal, e ajudou os médicos a fazerem-me os exames, mesmo com eles a dizerem "Dona, deixe que nós fazemos", mas ela fez sempre questao de ajudar e eles perceberam que não valia a pena dizerem mais nada. Lá andava ela de bata e colete no meio dos médicos.
Até terem os resultados, não saí do colo dela. É verdade. Tenho 33 kg e fiquei no colo dela...
Bem, foram minutos desesperantes para ela, e confesso que para mim também, pois não estava a achar muita piada ao que se estava a passar. Ela só acalmou um pouco quando ouviu "Texas, rapaz, estás com os pulmões bem limpinhos, as análises estão bem, o que é muito bom sinal, agora só falta fazer a ecografia".
Saímos de lá, e vi o esforço que a minha dona fez para não chorar. Vínhamos no carro e ela sempre a dizer ´"ohhhh meu lindo, está tudo bem".
Foi uma semana horrível para ela, eu sei disso. Quando chegou o dia da ecografia (sexta feira dia 9), ela fez questão de estar junto do médico e dos estagiários. Ele lá começou a ver-me, e depois disse o que ela não queria ouvir. Que eu tinha um tumor que tinha que ser retirado o mais rápido possível, pois embora ainda não estivesse a fazer mal, poderia complicar daqui a uns tempos.
Ela ficou sem pinga de sangue, e eu, confesso que fiquei assustado, pois só de pensar na hipótese de não estar junto dela, assusta-me.
Lá marcámos para esta quinta feira que passou a operação para dia 15.
Foram uns dias angustiantes. O fim de semana foi normal, mas eu sentia-a mal. Ela fazia anos na terça feira, mas não estava com vontade de fazer nada. Tive que a obrigar a colocar um post no dia de anos, mas ela não queria. Eu bem que tentava roubar-lhe um sorriso, mas ela não estava bem.
Chegou então o dia 15. Ela foi deixar-me na Faculdade para ser operado. Mais uma vez, ela foi arranjar forças não sei onde, para não ir abaixo, mas quando o cirurgião lhe diz "vá, pode despedir-se dele, que depois damos notícias. Já agora, não se esqueça de preencher lá fora o termo de responsabilidade, pois embora façamos tudo para correr bem, pode sempre acontecer alguma coisa. Mas da minha parte, vou fazer tudo para ter o seu Texas de volta". Bem, eu quando ouvi aquilo fiquei mesmo assustado, e então, desci na marquesa, sentei-me em frente da minha dona, coloquei uma pata no ombro dela, depois a outra pata e abracei-a. Ela fez o mesmo, e percebi que estava a chorar. Dei-lhe uma lambidela na face, e ela olhou para mim e percebeu que eu lhe disse "vem buscar-me depois dona, que eu vou ajudar o médico a tratar de mim".
E assim foi. Ela lá foi e eu fui decidido a tirar esta coisa que me estava a fazer mal.
Sei que a minha dona chorou bastante. Senti o tempo todo o pensamento dela em mim, e sei que o carinho, dedicação que sentimos um pelo outro, ajudou na operação.
Por volta das duas, o médico telefona para a minha dona a dizer "Olá! tenho aqui um rapaz simpático e bem disposto a olhar para mim, a certificar-se que estou a ligar-lhe para dizer que a operação correu muito bem". Para ela ouvir, ladrei. O médico contou-me que ela mal conseguia falar ao telefone :))) A minha dona tem destas coisas!
Ela disse que ía logo ter comigo, embora o médico tenha dito que não sabia se eu podia sair logo, pois para todos os efeitos, tinha sido operado umas horas antes.
Quando eu vi, ao final da tarde a entrar no internamento, até esqueci a operação, as ligaduras, aquele colar que nos colocam. Abanei-me de tal forma que os enfermeiros até se riram! Ela nem ouvia o que eles lhe diziam, pois só estava a dizer para lhe deixarem fazer-me festinhas. :))) e como eu gosto das festinhas dela!!!!
O médico disse "olhe, pelo que estamos a ver, ele pode sair. Tem que ter cuidado com ele, claro, e se algo acontecer, venha logo cá". Ela disse que sim, que tudo bem, e quando me deixaram sair...ai, que bom!!!!! A minha dona de novo comigo!!!!!
Escusado será dizer que me estou a portar mesmo muito bem. Ela só me coloca o colar quando vou dormir, pois eu prometi que se ela me tirasse durante o dia eu me portava bem!
.
Não posso dizer que já está tudo a 100%, pois aquilo foi para análise, e só sabemos daqui a uns dias, mas qualquer que seja o resultado, sei e sinto que vamos tratar do assunto.
Ando bem disposto, já voltei a ter o meu excelente apetite, e embora a minha dona só descanse quando souber o resultado, pelo menos já a sinto um pouco mais aliviada, pois estavam a dizer que se calhar tinham que me tirar mais coisas, e afinal de contas, não foi preciso.
Vamos aguardar e acima de tudo acreditar!

Esta foi a razão, pela qual a minha dona, desde que regressou das férias, não tem escrito muito. Acredito que vai voltar a fazê-lo, mas também sei que isso só deverá acontecer quando ela souber os resultados. Pela minha parte, vou fazer tudo o que por preciso, para voltar a colocar-lhe o sorriso que tanto gosto de ver. Agora vou sair do pc, pois daqui a pouco ela vem aqui e depois ela não me deixa estar aqui, porque diz que eu só quero estar na net!

Coisas da minha dona! Dou notícias depois.

Woooffff!


(Texas)

19 comentários:

JFDourado disse...

Espero que tudo corra bem :)*

Judite (Dite) disse...

Adorei amigo cão!
Diga lá à sua dona que a espera valeu a pena! Espero que tudo lhe corra bem e volte sempre!
Bela personificação!
Um beijo,
Judite

martinha disse...

Texas tu vais ficar bom :)

Um beijo em ti outro na tua dona

Martinha

[TB] disse...

Já á muito que não vinha ao blog da tua dona,e a tua história tocou-me e ainda irá tocar mais a uma pessoa(variasformasdearte) que tambem teve uma menina igualzinha a ti.Temos 5 "filhotes de 4 patas" e sabemos o quanto amor e carinho voces nos dão,e somos capazes de tudo para vos vermos bem.Força rapaz
Uma festa para ti e um sorriso para a tua dona :)

Angel disse...

As melhoras para ti Texas...e diz a dona para não se preocupar que tudo se resolve...beijinhos com muitos Sonhos...

frank verlag disse...

Um cão lindo.... a fazer-me lembrar um outro...há muitos anos!
As melhoras!!!!!!
Pois.

olinda silva disse...

Que história comovente, Texas.
Sabes Texas tive um Dálmata que também me fez passar as passinhas...por isso sei bem o que a tua dona está a sentir e como está o coraçãozinho dela?
Mas tenho a certeza que tudo vai correr bem. E é isso, juntos com muito amor e pensamentos positivos.
Já agora, Texas, foi a tua dona que te ensinou a escrever, não foi? É que a forma como tu contaste esta história fez-me chorar...também escreves muito bem.
Um beijo enorme nesse focinho lambuzado e dá um abracinho à tua dona.

sonho disse...

Penso que o pior já passou...e pelo que descreves foste um cãozinho lindo portas te te muito bem:)As melhoras para ti:)Vai tudo correr bem...:)
Beijo de um anjo pa ti e para a tua dona

joão marinheiro disse...

Texas tens uma dona com um coração de ouro.

poetaeusou . . . disse...

*
sou do Benfica,
e isso me envaidece,
,
Texas
para a frentexxxxx
,
SLB, SLB, SSSLLLBBB !!!
,
saudações benfiquistas, deixo,
,
*

olinda silva disse...

Olá Som, Olá texas.
Como estão vocês?
beijos dos meus...

Marginalissima disse...

Olha o TEXAS ...cresceu bués :-)

As melhoras tb à Dona ;-)

Beijos

( Vamos tomar um café ou não ?!?!?!?! )

Marginalissima disse...

Olha o TEXAS.....

vá relaxa aí as orelhas...relaxa a boca ... da ai um sorriso da tua graça.... balança o corpo e vem tomar uns "ossitos" comigo.

Dona Gaja Boa ...tambem podes vir não chores ;-)

Beijos e Wooofffs

→a' disse...

Espero que tudo corra bem! tens um presente no meu blog,bj.

diz q disse disse...

Texas todos nós temos momentos bons e maus na vida, este teu mau momento está prestes a passar....
Já és grandinho e concerteza tens alguma capacidade de sofrimento para ultrapassar as adversidades ou não fossemos nós Benfiquistas ;)
Agora tens de tentar dar alguma força á tua dona, pois compreendo como ela deve andar preocupada e angustiada, mas tudo se resolverá pelo melhor e logo logo estão os dois felizes novamente.

Um cumprimento pra ti e um beijinho pra tua dona

suruka disse...

Que saudades!
Passei para visitar e deixar
um abraço.
www.jonelmusico.blogspot.com

ςครค ๔ค lยค disse...

Ahhhhhhhhhhh

Tive que vir dá um beijo no Texas...Lindo demais Meu Deus...

Lambidas...


Dulce Dias disse...

Oh Texas, fizeste-me chorar, pah!! és um cão lindo lindo e a tua Dona tem muita sorte em ter-te.

Descobri agora o blog da tua Dona e se vocês continuarem a escrever assim, vou voltar.

Esquisso-vos um ciberbeijinho
DD

Dylan disse...

Valeu a pena entrar aqui, nem que seja pela admirável foto do cão benfiquista.