.................d


14/07/2009


Sonho-te acordada!
Penso-te enquanto sonho...
.
Desejo-te quando não te quero!
Odeio-te quando mais te desejo...

Preciso-te na ausência.
Não te quero na saudade...
.

Anseio-te na ausência
Imagino-te no momento...

Espero-te quando não vens
Aguardo-te na constante eminência...

Ignoro-te na dor
Quero-te no sentir...


Tal como um navio que enfrenta marés, tempestades, calmarias...
Os meus sentimentos navegam e marcam a sua rota....
Tocando os extremos na sua amplitude!
.

(Som do Silêncio)

18 comentários:

- εїз Fabi εїз - disse...

"...Desejo-te quando não te quero!
Odeio-te quando mais te desejo..."

Perfeito, perfeito, perfeito... é extamaente tudo o que estou sentindo, é como se seu poema descrevesse o que meu coração quer tanto falar.

Lindo, como sempre, lindo.

Beijos

Boa semana"

Luísa disse...

Delicadeza na contradição...
Belo!

martinha disse...

É sempre tão belo o que nos aqui nos escreves!!
Os sentimentos! esses são sempre marcantes, lindos de ser ler de se sentir...
Gosto de ti

Beijo
Martinha

sonho disse...

Como entendo esta tua contradição de desejos...um querer ter...sem ter...um querer estar sem estar...
Beijo de um anjo

sonho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angel disse...

É o querer tudo..e não querer..nem ter..está lindo este post Simpática..passei para te deixar beijinhos e desejos..de um dia cheio de Sonhos..=)

Transcendente disse...

E assim se anda nas nuvens ;)

... disse...

Tenho de conconcordar com tudo que escreves neste post...mas menos isto

"Desejo-te quando não te quero!
Odeio-te quando mais te desejo..."

Odeias quem ? não será a ti?
o resto está tao perto do que por vezes me dava jeito sentir...
Claro que já te leio a muito tempo e tu a mim, nao neste novo, mas isso agora...e sei que nem tudo que se escreve é real. foi so um aparte.
Independentemente de tudo continua este a ser um dos blogs que mais me viciam.

Su disse...

é isto mesmo

"tocando os extremos na sua amplitude"

gostei, gostei



jocas maradas

Priscila Lisboa disse...

Som,minha gatona...

Depois de ler-te,soltei uma suspirada bem profunda,daquelas que roubam o ar todo a volta..

Minhas vênias!!!

Maria Manuel Gonzaga disse...

Quase me dá medo.



Falas de mim.




(obrigado, muito obrigado. Por aqui tudo tão lindo, tão sentido, quase tão meu)

olinda silva disse...

:-)
Ler-te ao som desta menina, passei a "Olinda na lua"!?
obrigada.
beijos dos meus...

filipa disse...

afinal de contas... tu precisas... ainda que os teus sentimentos te contradigam.

gostei bastante!

maior beijo*

Nuno G. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nuno G. disse...

dicotomias perfeitas de todos nós...
muito bonito

(www.minha-gaveta.blogspot.com)

Apenas eu disse...

as contradições de quem quer muito alguém...
uma tempestade perfeita com todos os ingredientes...

beijo meu

Pedro Branco disse...

Vou comentar-te com o disparate que me veio à cabeça, hoje que só me dá para disparatar...: "Fogo, que confusão! A rapariga está mesmo fo...!"

Beijo grande.

Filipe disse...

Som...
Nem sei o que te dizer. Ao tempo que estou a olhar para este teu post, e fiquei parco em palavras!
Tu és de facto especial!

Deixo um beijo