.................d


26/05/2009

.
Para quê querer encontrar palavras sumptuosas, quando o que quero dizer é tão simples?
Para quê querer o extremo da perfeição se eu mesma estou repleta de defeitos?
Não, não me preocuparei em colorir os meus escritos com palavras magnificas, quando eu mesma não o sou...
Não quero mostrar o que não sou, não seria honesta nem comigo nem com quem me lê, e o mínimo que posso oferecer, é a minha honestidade....simplicidade....
Não sou mais nem menos que tu...sim, tu que me estás a ler, sou exactamente igual. Sinto, choro, penso, dou, recebo, sou odiada, sou amada, sou amiga, sou o que sou, e só assim sei viver...
.
Não sou um poço de virtudes, tenho obviamente as minhas fraquezas como qualquer mortal, mas existem aspectos que aprecio em mim. Sim, acredito que podes estar a chamar-me egocêntrica, mas acredita, não o sou. Ou serei? Se calhar até sou.
Gosto de mim, gosto que gostem de mim, e gosto mesmo muito de gostar. Mas não é fácil eu gostar. Para mim o gostar tem que ser sincero, genuíno. Quando assim é, quando assim o sinto, então dou tanto de mim..., e não preciso, acredita...não peço muito em troca. "Que modesta" poderás dizer. Não, não sou modesta, mas aprendi ao longo da vida a contentar-me unicamente com aquilo que realmente me querem dar. Se é muito...se é pouco...não sei, mas é o que para mim me satisfaz....o que me faz sentir...o que me faz sorrir...e acima de tudo...viver!
.
Obrigada!
:)

(Som do Silêncio)

12 comentários:

Mara disse...

Passei para te ler e uma vez mais adorei a sinceridade das tuas palavras.

Bjs, vindos... de um cais muito distante!

susana disse...

Acho que todos nós somos assim... só que por vezes imaginamos uma determinada pessoa para a ser e tentamos tudo por tudo sê-la e esquecemos-nos do que verdadeiramente somos, somos aquilo que somos e não o que idealizamos ser,podemos sim cultivar a nossa pessoa para a melhorar mas nunca torna-la artificial...
Acima de tudo ...Viver...com honestidade.

Beijo de anjo

martinha disse...

Som

Eu gosto tanto de ti!!
Como já o dizes-te e eu agora tomo a liberdade de tu dizer - Feliz o dia em que nossas mãos se cruzaram num email!
A naturalidade com que as nossas palavras se foram cruzando construiram em nós uma amizade única, onde só me posso e devo sentir preenchida de alegria, sou realmente uma afortunada por te ter :))
A honestidade e simplicidade que nos ofereces aqui enriquece-nos muito, sabias? E por aqui vamos sonhando, sorrindo, chorando e até vibrando com o sentimento de amor e de ser amada que muitas vezes nos transmites tão bem amiga!!
Depois quando falas hoje em ser modesta, para mim meu anjo - ÈS modesta, humilde e de uma simplicidade rara que me preenche tanto!
Através do "Som do Silêncio" entrei no mundo dos blogs e hoje tenho pelo meu espaço um sentimento tão forte! é o meu cantinho que cultivo e me faz maravilhas com o meu eu...
Ai Som!! estava aqui uma eternidade a descrever o que sinto por ti pela tua escrita.
Tu para mim és um anjo, o meu anjo!
E quero do fundo do meu coração que a tua felicidade e vivência na vida seja de forma explêndida.

Obrigado meu anjo por fazeres parte da parte boa da minha vida

um beijo terno
martinha

Þ®¡§¢¡£å ♠ disse...

Olá belissima Som *.*

Realmente a beleza da escrita nunca está nas metáforas bem empregadas de um papa dicionário,mas no sentir que cada letra transborda do seu autor,e as tuas,nesse quesito primordial,nunca deixaram a desejar...


Enorme beijo de muito bem-querer!!!

Transcendente disse...

Adorei este texto! Fez-me parar um pouco e sorrir, reflectir sobre mim mesmo também.
Gostei bastante deste cantinho

Peregrina disse...

E mais nada! :)

ZeManel disse...

Um especial beijo para ti que és quem és... TU!
Bjs :))

A.S. disse...

Deixo-te a ternura de um beijo e todo o meu carinho!

olinda silva disse...

"Adoro as coisas simples. Elas são o último refúgio de um espírito complexo." (Oscar Wilde)
Beijos dos meus...

sonho disse...

És o que és...como és...e certamente ha pessoas que te adoram por tu seres assim:)
Bom fim de semana:)
Beijo de um anjo

acutilante - frank verlag disse...

A modéstia em demasia pode ser uma forma de auto-elogio.
Pois....

impulsos disse...

Minha estimada e querida amiga deste mundo sem rostos
O que tu escreveste é exactamente aquilo que sinto e por isso mesmo, também faço minhas cada uma das tuas palavras deste magnífico e ao mesmo tempo tão simples, texto.
Obrigado!

Beijo