.................d


23/09/2008

Gosto do que me fazes sentir!

Gosto do que sinto quando te sinto...

Gosto saber-te a gostar também!

Gosto deste nosso gostar...



Roubas-me sorrisos

Ofereço-te carinho...

Dás-me amizade

Ofereço-te ternura...

Dás-me tanto de ti

Dou tanto de mim...




(Som do Silêncio)

10 comentários:

Só Eu disse...

Gosto do que escreves!
Gosto deste gostar!
Roubas-me sorrisos
Dás-me carinho.
Ofereço-te amizade.
Beijinhos do tamanho dum céu, enorme, sobre um mar imenso...

Freyja disse...

Caríssima,


È tão bom dar e receber num vai vem etéreo onde os significados e os pequenos flutuares são a linguagem de dois.

Enjoy!


Melhores Cumprimentos,

ZeManel disse...

Felizes são os que usufruem de estados emocionais em que o dar e o receber se completam…:)))
Bjs

As Sombras de Fim do Dia disse...

A D O R E I !!!!!

Está simplesmente amoroso este teu post!!!!

:)

O Lobo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Lobo disse...

Às vezes em simples frases encontramos uma beleza rara, muito difícil de ser alcançada com textos enormes, cheios de nada no fundo...

Ana disse...

E é tão bom dar! Quando nos damos renascemos... e vamos renovando o ciclo da felicidade!

Boas entregas!

poetaeusou . . . disse...

*
dádivas . . . mutuas,
,
conchinhas
,
*

Nilson Barcelli disse...

Um mar de rosas, portanto...
Faço votos para que este teu sentir não seja ficção e que dure a vida inteira.
Beijinhos.

Francis disse...

É tão bom partilhar o que é bom, não é?