.................d


12/08/2007

Quero que saibas...

Quero que saibas...
Que mesmo quando não estou....
Estou!
Quero que sintas...
Que mesmo quando não te toco...
Sinto-te!
Quero que saibas...
Que mesmo quando não nos beijamos...
Sinto o teu sabor!
Quero que saibas por fim...
Que mesmo que não te demonstre sempre...
Quero-te muito!

Como prova...beijo esta flor... ela vai ao teu encontro!

Não tenho dúvidas que sentirás aroma....!
Sou eu!

(Som do Silêncio)

12 comentários:

Mestre disse...

Quero que saibas... que me revi no teu poema.
Lindo e verdadeiro.
Beijo suave

Pecadormeconfesso disse...

Mulheres sensíveis.

Rafeiro Perfumado disse...

Claro que sentirei aroma, não fosse eu um rafeiro perfumado! ;)

Azul disse...

Olá Linda!!!

Sabe seguramente...e, como tal, sente...

O resto não digo... tu já sabes! :)

Beijinho grande
Azul

rui disse...

Olá, Som do Silêncio!

Lindo!

Que tenhas uma alegre semana

Beijinho

Afronauta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Afronauta disse...

Quero que saibas que mesmo não te conhecendo sei quem és.
Quero que saibas que ainda que nunca te tenha visto, imagino-te como és...

MIMO-TE disse...

Lindo, subtil e muito forte.

Um grande mimo para ti

nokas disse...

simplesmente... arrebatador!!!

MIMO-TE disse...

Olá!
O nosso mestre lançou um desafio, e eu escolhi-te, por isso passa no meu blog e bom trabalho.

muitos mimos

Maria disse...

Ele sabe tudo isso, e tu sabes...
E sentirá o aroma, seguramente...

É lindo, é intenso...
O meu beijo pra ti

Pierrot disse...

Gostei de saber que eras tu
Gostei de compreender que estas eram as tuas palavras
Gostei de perceber que este era o teu perfume
Enfim...gosteio do poema
Bjos daqui
Eugénio o regressado