.................d


08/10/2006

As mãos...


Há mãos que sustentam e mãos que abalam.
Mãos que limitam e mãos que ampliam.
Mãos que denunciam e mãos que escondem os denunciados.
Mãos que se abrem e mãos que se fecham.
Há mãos que afagam e mãos que agridem.
Mãos que ferem e mãos que cuidam das feridas.
Mãos que destroem e mãos que edificam.
Mãos que batem e mãos que recebem as pancadas por outros.
Há mãos que apontam e guiam e mãos que descem.
Mãos que são temidas e mãos que são desejadas e queridas.
Mãos que dão com arrogância e mãos que se escondem ao dar.
Mãos que escandalizam e mãos que apagam os escândalos.
Mãos puras e mãos que carregam censuras.
Há mãos que escrevem para promover e mãos que escrevem para ferir.
Mãos que pesam e mãos que aliviam.
Mãos que operam e que curam e mãos que “amarguram”.
Há mãos que se apertam por amizade e mãos que se empurram por ódio.
Mãos furtivas que traficam destruição e mãos amigas que desviam da ruína.
Mãos finas que provam dor e mãos rudes que espalham amor.
Há mãos que se levantam pela verdade e mãos que encarnam a falsidade.
Mãos que oram e imploram e mãos que “devoram”.

É a mente agradecida que transforma as mãos em instrumentos de graça.
Mãos que se levantam para abençoar, mãos que baixam para levantar o caído, mãos que se estendem para amparar o cansado.
Existem mãos... e mãos.
As tuas, quais são?
De quem são?
Para que são?
(Som do Silêncio)

10 comentários:

.*.Magia.*. disse...

Olá!
Já te visitei umas quantas vezes, mas nunca deixei rasto...
...hoje não resisti a deixar umas palavrinhas, falas das mãos...
Uma das partes do nosso corpo que mais gosto, pela sensibilidade, pelas emoções que os seus gestos podem representar, pelo toque que tanto diz acerca do seu dono...
Gostei muito do teu texto, e quanto ás tuas perguntas...
De quem são as minhas mãos?
As minhas mãos são para quem eu achar que as merece, e também são para mim, quando preciso delas!
Para que são?
As minhas mãos são para estarem á mercê dos meus impulsos, são para muita coisa...! (não vou contar exactamente para quê, ok?)

Um beijinho para ti

asdrubal tudo bem disse...

Da mesma maneira que gosto de pensar que sou um tipo porreiro também gosto de pensar que tenho mãos que me ajudam a sê-lo.

Pekika disse...

Ai asdrubal! Agora fikei ke na se pode lol
Tu és espuma, tu és mãos ! Na ha-de uma mecita ficar logo bem disposta para começar a semana !!!! hehehe

Silêncio tu na sabias inventar outro Post ?? lol

Beijokassssssssssss :)

escorpiaotenhoso disse...

As mãos podem ser especiais, e são sempre verdadeiras, pois não há como esconder o envelhecimento nas mãos... Mas as mãos para além de todos os predicados que referes são carentes e podem mesmo ser dependentes. Daí que seja tão bom dar as mãos... Duas mãos dadas num momento de aemonia podem dizer mais que mil tretas de amor....

As mãos são fundamentais, daí que sinta um arrepio na coluna quando penso numa das crueldades correntes do mundo islamico. Mãos cortadas por ordem de um qualquer tribunal baseado em tradições e preceitos religiosos tenebrosos. E a pena é aplicada com conivência médica. De facto os vários mundos em que andamos são totalmente descoordenados, para não dizer mais...

E já agora adivinho teres umas mãos tão lindas como as palavras que aqui partilhas com estes amigos desconhecidos... Parabéns

ET

escorpiaotenhoso disse...

ERRATA

no post acima, em vez de "Duas mãos dadas num momento de aemonia podem dizer mais que mil tretas de amor....", deve ler-se "Duas mãos dadas num momento de harmonia podem dizer mais que mil tretas de amor...." Foi uma pequena traição das minhas modestas mãos...

ET

Nuno Marques disse...

As minhas são duas... muito minhas... não dou a mão a qq um! não dou facilmente a mão á palmatoria! :-)
Porém são como eu! :-) Se as tratarem bem, somos uns mãos largas... :-)

Louco de Lisboa disse...

Tudo de bom sai das mãos do Homem, e tudo degenera entre as mãos do Homem.

Kiss, até outro instante...

*Adorei este bocadinho que me ofereceste

Salto Angel disse...

Só as tuas mãos trazem os frutos.
Só elas despem a mágoa
Destes olhos, e dos choupos
Carregados de sombra e rasos de [água.

Só elas são
Estrelas penduradas nos meus dedos.
- Ó mãos da minha alma,
Flores abertas aos meus segredos

(Eugénio de Andrade)

Abraço.

AS disse...

As mãos são o instrumento dos nossos sentidos, obedecem fiéis a tudo quanto os sentidos precisam. As mãos... elas próprias fonte de inesgotáveis sensações...

Um beijo...

Francieli Rebelatto disse...

Mãos com rugas, com marcas, mãos sensíveis, abandonadas...

Mãos, mãos, impulsivas, vorazes, dilacerantes, por vezes inacapazes...Porém, mãos,...e por entre mãos nossa vida escorre leve, rápida, viscosa...

Mãos...verdadeiras é isso que quero sempre enontrar...Belas palavras, de certo tão belas quanto tuas mãos...

Beijos