.................d


03/04/2006

Pois é....


Hoje é um daqueles dias em que a vontade de escrever me invadiu.
Não sei se chegarei mesmo a colocar isto, mas ....vou escrever.

Aproveito um pouco o tempo que tenho livre, e vou deixar que os dedos façam o que lhes apetecer. Por vezes tenho destas coisas....
Dou por mim a recuar um pouco no tempo e a fazer um balanço de várias etapas da minha vida, onde alguns momentos insistem em ficarem gravados para sempre.
Momentos inesquecíveis, momentos horríveis, e também ....alguns momentos.

....

Sei que sou uma pessoa de emoções fortes, sei que me deixo propositadamente envolver em determinadas situações, e sei que as enfrento sem medos.
As consequências?
Bem...já houve de facto alturas em que me preocupei mais com isso. Sim...sei que devia viver dentro de determinadas “regras”, mas que posso eu fazer se sou contra essas regras? É de mim...é da minha maneira de ser....e por muito que queira agir de outro modo...não consigo. Pareço uma criança nestas alturas, que quanto mais uma mãe diz pra não fazer isto ou aquilo, fazemos sempre o contrário.

Amo as coisas que tenho, mas sei que ainda existem coisas para eu amar.
Sei que a vida é para ser vivida dia a dia....
Não quero saber o que me vai acontecer amanhã, quero sim viver intensamente o momento.
Sei que não sou uma pessoa muito fácil ao princípio, mas depois, quem me conhece sabe bem que dou tudo o que tenho.
Não...não me estou a gabar, mas eu conheco-me, e quem me conhece sabe que sou assim mesmo.
Porque raio é que as pessoas gostam de dizer: “ Ninguém gosta de mim....!!! Não mereço a amizade....!!! “ ????
Se eu sei aquilo que sou, não preciso de dizer tais coisas para ouvir as vozes á minha volta dizerem..” Não...és uma querida, e blá...blá...bá”. Tudo isso são tretas.
Preciso sim de me sentir bem comigo mesma, assumir aquilo que sou e aí sim, consigo passar para os outros na totalidade a verdadeira “essência do meu ser”. Esta soou-me bem......mas concordo!!!

Não posso dizer que não me arrependo de algumas coisas que já fiz na minha vida, mas...com essas mesmas coisas acabei por aprender. Fases da vida em que a maturidade não existia, mas que de certa forma, ainda bem que aconteceram.

Tenho as minhas fases como qualquer humano. Não vou muitas vezes abaixo, mas tenho consciência que quando vou...vou mesmo.
Sei que mergulho de tal forma, que... para voltar à superfície custa...mas teimosa como sou...acabo sempre por conseguir.

Tenho um pouco de louca também, e assumo.
Loucura essa que já me proporcionou momentos inesquecíveis. Atiro-me de cabeça...e...voilá. :-)

Sempre fui uma pessoa...digamos....um pouco....ahhhhh..não digo.
Se me apetecer dançar no meio da rua...eu danço. Se me apetecer cantar num restaurante...eu canto. Se me apetecer ficar horas a fio deitada na praia simplesmente a olhar o céu...o mar...eu fico. Que se lixe o que os outros pensam!! Vida só tenho esta, e é desta que eu quero levar de bom o que tenho direito.
Não quero um dia mais tarde sentar-me num banco de jardim e pensar: “ Devia ter feito isto...devia ter feito aquilo!! “, quero sim...sentar-me num banco de jardim...e relembrar “ Eu fiz isto....eu fiz aquilo”. Faço mal em pensar assim? Não acho...

Pode parecer um pouco nostálgico o que aqui escrevo, mas não é.
Apenas estou com vontade de mandar cá para fora “ as minhas postas de pescada”.
Sei tecer bem uma crítica ao que escrevo, e neste momento não me acho “tonta”, apenas.....com vontade de escrever.

Considero-me uma boa pessoa ( gaba-te melher.... ).
Tenho os meus defeitos, as minhas virtudes como todos os outros...
Nos meus defeitos, encontro alguns que parecem virtudes. Confuso? Não....não é.
Se olharmos para dentro de nós um pouco, vemos que somos queridos por alguém, que nos aceita com os nossos defeitos. Defeitos esses que por vezes são tão benéficos em determinadas situações. Confuso? Não....

Nunca fui pessoa de pedinchar nada a ninguém. Aliás...minto, pedi duas vez sim. Na altura em que o meu pai estava a falecer, eu pedi-lhe para não ir embora, mas infelizmente nem ele pode satisfazer-me esse pedido. Pedi durante a minha gravidez que o meu filho fosse saudável, e aí...sim....o meu pedido foi aceite. ( amo demais este míudo, que já me deu um belo presente....DOIS cabelitos brancos, mas que me dá um certo charme....ahahahhahaha )

Parei um pouco para ler o que escrevi, e não vou apagar nada...
Desta vez, vou guardar estes meus....estes meus....devaneios? Não...apenas frases.
As minhas frases....

Caramba, agora fiquei sentimental!! Não falta muito começo a beijar-me a mim mesma.Chuackkk.....chuackkkkkk.....chuakkkkkk!!!! hihihihih

Sim...sou uma pessoa que adora miminhos e de dar também. Ora bolas....porque não me mimar de vez em quando? Sim...eu sei que quem ler isto vai pensar: “ Lá está ela com as coisas dela, a dizer que é amorosa, muito querida...e coisas afins”. Nada disso. Sou mesmo!!!!! Heheheheheh

Se me sinto uma tonta neste momento a escrever isto? Não, nada mesmo.
Estou a escrever isto e a sorrir. Sim...adoro sorrir. Não consigo dar um sorriso sem o sentir. Não consigo sorrir só para agradar. NÃO!!!

Bem...acho que já chega por hoje, quem sabe se amanhã tenho “esta pancada” de novo.

Beijokas


(Som do Silêncio)

1 comentário:

Teresa disse...

Estava a ler estas frases e estava a ver as tuas expressões lol eu sei bem como és ui ui se sei lol